Publicidade

Notícias

lupa
fechar

Publicidade

Supermercados Fluminense
Sup Rezende Portugal
Saúde | 16 de Dezembro

Observatório Fiocruz Covid-19 recomenda reforço na atenção primária

Observatório Fiocruz Covid-19 recomenda reforço na atenção primária

Publicado em terça-feira, 15 Dezembro, 2020 - 12:28 Por Cristiane Ribeiro - Rio de Janeiro

Prefeitos eleitos ou reeleitos devem reforçar os atendimentos nos postos de saúde e clínicas da família, a chamada Atenção Primária, e também promover campanhas de prevenção de riscos para conter o avanço de casos e de mortes pela covid-19. A recomendação está na última edição do Boletim do Observatório Fiocruz Covid-19.

Os pesquisadores do Observatório Covid-19 da Fiocruz responsáveis pelo boletim defendem a divulgação de informações por meio de cartazes em locais públicos, serviços e comércios, televisão, rádios locais e comunitárias, internet, Facebook, Instagram e Twitter.

Membro da equipe, o pesquisador Carlos Machado diz que as orientações têm como foco a organização de um conjunto de ações de saúde, a partir de uma abordagem populacional, territorial e comunitária.

O Boletim do Observatório Fiocruz Covid-19 é publicado a cada 15 dias e este último alerta que, nos próximos meses, a busca por assistência especializada, principalmente internações hospitalares e em UTIs, pode aumentar simultaneamente nas regiões metropolitanas e no interior.

Ao mesmo tempo, alerta que a proximidade ou início da vacinação na população não permite afrouxar as medidas de prevenção, controle e acompanhamento.

Quanto às semanas de 22 de novembro a 5 de dezembro, a publicação sinaliza para o expressivo aumento no número de casos e de óbitos por Covid-19 neste período. Os pesquisadores ressaltam que esses valores se aproximam dos verificados durante o mês de maio, quando teve início a pior fase da pandemia no país.

Fonte: Agência Brasil EBC

Voltar

Publicidade

Supermercados Fluminense
Sup Rezende Portugal
HTML5 WHMSonic Radio Player

Oração da Ave Maria

A Seguir

18:10 Bom Jesus Online